Ponto da Economia vende 27 mil caixas de caqui e anuncia próxima fruta do programa

O Ponto da Economia registrou, nas últimas quatro semanas, a venda de 27 mil caixas de caqui (9.136 caixas pequenas contendo de 5 a 6 frutas e 17.871 caixas grandes com 9 a 12 frutas).

Primeira edição do Ponto da Economia comercializou caquiMotivada pelos resultados da primeira edição do programa neste ano, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico realizou, na última quarta-feira (10), um novo sorteio para a definição da fruta que será comercializada na segunda edição do programa.

A ponkan foi a escolhida e teve preço definido em R$1,75 o quilo (enquanto hoje no mercado a fruta é encontrada com preços entre R$2,00 e R$3,50 o quilo) e terá as vendas iniciadas nesta segunda-feira (15).

Outra novidade do programa é a inclusão de outro ponto da economia, localizado na esquina entre a rua General Carneiro e a Avenida Siqueira Campos.

Presente no sorteio e idealizador do projeto, o vice-prefeito Edgard Sasaki explicou aos presentes a importância da seriedade e qualidade dos produtos, oferecendo preços acessíveis e incentivando o consumo.

Pontos da Economia: Além do novo ponto colocado, a população encontra os produtos ao lado do ponto de ônibus da Praça do Rosário, ao lado do ponto de ônibus da Praça Conde Frontin, na Praça Raul Chaves, na portaria do Parque dos Eucaliptos, na calçada próxima a Prefeitura Municipal e ao lado do ponto de ônibus do Fórum Municipal.

Benefícios da Ponkan: A fruta é rica em vitaminas B1 e B2, que auxiliam na saúde dos nervos, pele, olhos, fígado e boca. Além de contar com grande quantidade de fibras e sais minerais como o magnésio, potássio, cálcio e fósforo.

(Victor Copola/PMJ – Foto: Cristina Reis)