Oficina de Capoeira Inclusiva celebra resultados de 2018 com muita ginga

A Fundação Cultural de Jacarehy recebeu na última quarta-feira (28), na Praça Raul Chaves, a comemoração dos alunos da Oficina ‘Capoeira Inclusiva’ do ano de 2018.

O projeto consolidado há oito anos, traz para os alunos com necessidade especiais, inclusão social, autoestima, cooperação e convivência humana.

“A forte tradição da capoeira traz aquisição de valores culturais e educacionais, além de promover inclusão social através do movimento, da arte e da música com resultados positivos para os alunos da Capoeira Inclusiva”, destaca o professor Adarilson Thiago.

O projeto realizado pela Fundação Cultural de Jacarehy atende, atualmente, 21 alunos e conta com a parceria das entidades sociais CEPAC (Associação Especial de Pais e Companheiros) e ASPAD (Associação de Pais e Amigos do Down) com a realização da oficina duas vezes por semana para cada entidade, totalmente gratuita.

(Assessoria de Comunicação/FCJ Foto: Luiz Cepinho/FCJ)