Novembro Azul: Jacareí promove campanha para conscientização e combate ao câncer de próstata

A Prefeitura de Jacareí, por meio da Secretaria de Saúde, intensificou as ações de saúde voltadas aos homens durante o mês de novembro, por meio da Campanha Nacional de combate e prevenção ao câncer de próstata, o ‘Novembro Azul’.

Todos os homens, acima de 18 anos, já podem se dirigir até uma das 18 Unidades de Saúde de Jacareí, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, para receber as orientações. No local, além de receber informações sobre prevenção do câncer de próstata e outras doenças, os pacientes também são alertados sobre a importância da prevenção ao uso abusivo de álcool e outras drogas.

A campanha também conta com solicitação do exame de PSA (Antígeno Específico da Próstata) para homens de 50 anos ou mais, a fim de detectar precocemente alterações da próstata, além da intensificação da oferta de testes rápidos de infecções sexualmente transmissíveis, atualização da caderneta de vacinação e avaliação odontológica para a prevenção ao câncer bucal.

“O Novembro Azul é uma campanha muito importante para a população. O câncer de próstata é considerado um tabu entre homens, e, infelizmente, o preconceito continua sendo um dos principais obstáculos para a prevenção dessa doença, que mata milhares de homens todos os anos no Brasil. Se o tratamento começar na fase inicial, as chances de cura se tornam muito maiores”, explica Rosana Gravena, Secretária de Saúde de Jacareí.

Informações sobre o Câncer de Próstata

De acordo com o Inca (Instituto Nacional do Câncer), a única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico).

O tumor de câncer na próstata, se tratado no início, tem amplas possibilidades de cura. Os sintomas começam pela dificuldade de urinar, podendo chegar até o ponto de não conseguir mais, além do comprometimento dos ossos do corpo e fratura patológica (sem necessidade de traumas).

Ainda segundo o Inca, a cada 10 homens com câncer de próstata, nove têm mais de 55 anos de idade. Um em cada cinco homens pode vir a ter o câncer de próstata no Brasil, e um em cada oito podem morrer por causa da doença.