Governo do Estado suspende, também, a vacinação de puérperas com comorbidades

A vacinação contra a Covid-19 em mulheres que tiveram bebê nos últimos 45 dias (puérperas), com comorbidades, também está temporariamente suspensa em todo o Estado de São Paulo. O Governo Estadual emitiu uma nota suspendendo a vacinação para este público com a vacina de Oxford/AstraZeneca, na noite de terça-feira (11). (Confira nota na íntegra ao final da matéria)

As puérperas que receberam a vacina em Jacareí serão monitoradas pela Secretaria de Saúde.

Suspensão da vacinação de grávidas com comorbidades

A vacinação de grávidas com comorbidades já havia sido suspensa na manhã de terça-feira (11), de acordo com o comunicado da Anvisa, emitido na noite de segunda-feira (10), que recomenda que este grupo não seja vacinado com vacina da AstraZeneca.

____________________________

 

Confira, a seguir, a nota divulgada pelo Governo do Estado de São Paulo.

Nota – Programa Estadual de Imunização (PEI) de SP – Vacinação de Grávidas e Puérperas

O Plano Estadual de Imunização (PEI) de São Paulo informa que a vacinação para grávidas e puérperas com comorbidades no estado segue temporariamente suspensa. A imunização será retomada tão logo novas remessas de vacinas do Butantan e da Pfizer sejam direcionadas pelo Ministério da Saúde para estes públicos.

A nova data será amplamente divulgada assim que os imunizantes estejam disponíveis nos postos de vacinação. A previsão é que novas remessas destas vacinas cheguem nos próximos dias.

O Programa Nacional de Imunização, seguindo a recomendação da Anvisa, decidiu na tarde de hoje (11) suspender a vacinação de gestantes e puérperas com a vacina da Fiocruz/Astrazeneca. O órgão federal sinalizou que emitirá nota técnica com relação às gestantes que já receberam a primeira do imunizante.

Secretaria de Estado da Saúde
11/05/21 – 21h55