Alunos da rede municipal de Jacareí aprendem música em oficinas feitas em vídeo

Escutar áudio do texto

A Prefeitura de Jacareí, por meio da Secretaria Municipal de Educação, está desenvolvendo o projeto de capacitação em musicalização ‘Educando pelos Caminhos da Música’, para todos os alunos da rede, como atividade complementar em tempos de pandemia, com o maestro Mauro Bueno Júnior, da Orquestra Sinfônica Jovem de Jacareí.

O maestro explica que a música na educação oferece inúmeras oportunidades para que a criança possa aprimorar suas habilidades motoras. “Ela aprende a controlar os seus músculos e a se mover com um pouco mais de desenvoltura. O aluno ainda melhora sua própria autoestima, aprendendo a se aceitar com as suas capacidades e limitações”, disse. “Com a pandemia, tivemos que nos reinventar, e com isso, pensamos em um jeito de ensinar música sem ter o contato físico, sem o aluno presencial”, destacou.

Mauro ressalta que todos os vídeos são elaborados levando em consideração a idade das crianças, a possibilidade de interagir com a família e a realidade de utilização dos materiais disponíveis em casa. “Estamos construindo os instrumentos e fazendo com que, no curso, os pais interajam com as crianças por meio dos vídeos oficinas, disponíveis na plataforma [email protected] JACAREI”.

Despertar Criativo

O maestro fala ainda que pode ser utilizado qualquer objeto que se encontra em casa, como balde, lata, copo, garrafa, o que for que produza o som diferenciado, entre graves, agudos e médios.  “Quando nós voltarmos com as aulas presenciais, a criança já vai estar se interessando mais pela música”, completou.

“Seus conhecimentos vão se tornando mais amplos, e esse contato com o instrumento vai aumentando a sua sensibilidade, descobrindo o mundo que está a sua volta de forma mais prazerosa”, enfatiza Mauro, acrescentando que os monitores responsáveis pelas aulas são estudantes de Música e passam por capacitação e orientação pedagógica, para poderem aplicar o conteúdo.

Monitores da Orquestra

Para a secretária de Educação de Jacareí, Maria Thereza Ferreira Cyrino, “foi uma forma de engajar os monitores, que são alunos de nível avançado da Orquestra, que atuavam no ensino integral, com atividades complementares em sete unidades escolares, para que desenvolvessem vídeos de oficinas para as habilidades e competências propostas na BNCC (Base Nacional Comum Curricular), ampliando o repertório cultural de nossos alunos em geral”.

Maria Thereza ainda afirma que sons e ritmos, integrados às atividades motoras, constroem conexões neurológicas e relações mentais importantes para silabação, leitura e escrita, assim como nos estudos conceituais da tabuada, além dos socioemocionais já citados pelo maestro.

“São oficinas que vieram para ficar por meio do ensino híbrido, ou seja, presencial e a distância, além de muitos outros projetos inovadores como o Inglês (projeto English Time) e a Horta (projeto Mãos à Horta).”

Legenda: Vídeo-aulas, ministradas pelos monitores da Orquestra Sinfônica Jovem