ODS – CIDADE SAUDÁVEL

ODS e o Programa Cidade Saudável Jacareí

Desde a década de 1970, a Organização Mundial de Saúde (OMS) tem discutido a necessidade de revisar a forma de se pensar o planejamento das cidades, tendo como ponto focal a inclusão da saúde em uma perspectiva ampliada como temática integradora para as diversas políticas públicas urbanas.

Essa forma de pensar é referenciada em vários documentos e movimentos internacionais, tais como: Relatório Lalonde (1974), Declaração de Alma-Ata (1978), a Carta de Ottawa (1986), Movimento Cidades Saudáveis (anos 1990), Conferência Internacional de Promoção da Saúde em Santa Fé de Bogotá (1992), Declaração do Milênio (2000), Fórum de Saúde Urbana no México (2007), Declaração Política do Rio sobre Determinantes Sociais da Saúde (2011), Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável (2015), Declaração de Shanghai (2016), Encontro das Comissões de Municípios Saudáveis da América Latina e Caribe – Chile (2017), dentre outros.

Para maiores esclarecimentos dessa trajetória, sugerimos a leitura do material – Orientação para Municípios, Cidades e Comunidades Saudáveis na Região das Américas

Durante o diagnóstico realizado no município de Jacareí nos meses de abril a novembro de 2021, foram identificados os programas, projetos e ações (micropolíticas) que se caracterizavam como promotores da melhoria da qualidade de vida e bem estar da população. E, como uma das etapas de definição da metodologia do Programa Cidade Saudável, também foi discutido com os representantes do Comitê Cidade Saudável Jacareí como as micropolíticas beneficiam os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Para promover a percepção de integração das micropolíticas aos 17 ODS utilizamos como referência a representação gráfica a seguir.

Para conhecer os 17 ODS, clique sobre cada uma das imagens abaixo e se desejar conhecer a conexão deles com as micropolíticas do Cidade Saudável Jacareí clique acesse a página dos Programas.