Não é novidade para nenhum jacareiense que a gestão do trânsito e transporte é um problema antigo da cidade e que há tempos necessita de melhores resultados. Porém, o ano de 2016 superou as expectativas de forma negativa, mostrando que é preciso uma intervenção urgente para reverter o quadro caótico que se instalou na mobilidade urbana de Jacareí.
Conforme informações prestadas pelo Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Civil, SAMU e CCR NovaDutra, no ano passado ocorreram 783 acidentes em Jacareí, sendo 549 com vítimas, totalizando 48 mortes, quatro a mais que o números de homicídios dolosos na cidade, 44 assassinatos em 2016.
O mais preocupante deste resultado foi que dos 783 acidentes registrados, 682 ocorreram em vias municipais, e se for considerado os trechos das rodovias estaduais que estão dentro da cidade, caracterizando na prática também uma via municipal, esse número sobe para 747 acidentes, ou seja, 95% do total das ocorrências foram registradas dentro do âmbito da gestão municipal.
Das 48 mortes no trânsito ocorridas em Jacareí no ano passado, 32 aconteceram dentro da cidade, mostrando que mesmo com suas ruas estreitas oriundas de uma cidade de 364 anos, a convivência dos 228.214 mil pedestres e os 126.937 mil veículos, entre carros, ônibus, caminhões e motocicletas precisa urgentemente ser melhor equalizada.
Por apresentar este alto índice de violência no trânsito, Jacareí foi a única cidade do Vale do Paraíba entre as 15 cidades do estado de São Paulo, que firmou um convênio com o Governo Estadual, por meio do Detran-SP, para execução de ações corretivas de segurança no trânsito. Para isso, serão destinados aos 15 municípios um total de R$ 10,5 milhões para o aprimoramento da fiscalização, sinalização e educação no trânsito.
Cabe à Prefeitura Municipal adotar novas técnicas de gestão nessa área, já que em Jacareí, o setor ainda é administrado por um departamento dentro da Secretaria de Infraestrutura, com pouca autonomia e capacidade de atuação efetiva para reverter esse quadro. “É indispensável e urgente que enfrentemos de forma técnica e profissional os desafios que o setor de trânsito e transporte impõem. Para tanto, apresentamos à Câmara Municipal um projeto de lei para desmembramento da Secretaria de Infraestrutura criando uma nova secretaria que cuidará do transporte e do trânsito e da acessibilidade”, afirma o prefeito de Jacareí, Izaias Santana.

(Diretoria de Jornalismo/PMJ)