O programa ‘Saúde Nota 10’, que realiza avaliações de saúde para detectar possíveis sintomas e agravos físicos em crianças do 1º ano do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Educação, encerrou sua 5a edição na última sexta-feira (8) ultrapassando a marca de 2000 crianças atendidas.

O programa objetiva, ainda, identificar doenças que também possam comprometer o desempenho dos alunos no decorrer do ano letivo, principalmente doenças que são consideradas negligenciadas.

As atividades aconteceram nos períodos da manhã e tarde, paralelamente ao período de aulas, facilitando com que os responsáveis pela educação levassem os alunos ao EducaMais Jacareí, responsável pela agenda de atendimentos.

Os 2052 alunos participantes passaram por avaliações que são divididas por estações de especialidades. Delas, 289 crianças foram encaminhadas para os serviços de saúde, conforme necessidade identificada e 211 tiveram a necessidade de intervenções específicas no próprio ambiente escolar (orientações pedagógicas).

Do total, 118 crianças foram encaminhadas ao oftalmologista do SIM (Sistema Integrado de Medicina). Quanto a avaliação dermatológica, feita por meio de inspeção de pele, 241 crianças foram encaminhadas aos serviços de saúde para tratamento.

Foram realizadas também avaliações antropométricas das crianças, que foram pesadas e medidas, constatando que cerca de 30% delas (617 crianças) apresentaram alguma alteração quanto à composição corporal, com predominância de excesso de peso.

Cerca de 40% dos estudantes (816 crianças) apresentaram necessidade de intervenção odontológica e foram encaminhadas às Unidades Básicas de Saúde para tratamento. Todas as crianças atendidas receberão um kit de saúde bucal, composto por creme dental, fio dental, escova e um estojo.

Do total, 1709 crianças receberam medicação indicada para combater parasitoses e verminoses. Outra importante ação foram as avaliações das cadernetas de vacinas, possibilitando que os responsáveis pelas crianças com atraso nas vacinas fossem comunicados da importância das mesmas.

Por fim, foram desenvolvidas atividades recreativas, focando em estimular a mobilidade e consciência corporal. As atividades lúdicas estiveram presentes em todos os dias do programa.

A Diretora de Proteção Básica, Marilis Cury, afirmou que “esse saldo mais uma vez reafirma a importância da continuidade dessas ações, fazendo um acompanhamento que a longo prazo impede diversos problemas que possam atrapalhar no desempenho escolar dessas crianças”.

Última edição: Na edição do ano passado, o ‘Saúde Nota 10’ encaminhou 52% das crianças para atendimento médico. O maior número de encaminhamentos foi para tratamento dentário. De um total de 2255 alunos previstos pelo programa, 438 faltaram e 731 foram encaminhados para acompanhamento odontológico.

(Victor Copola/PMJ – Foto: Cristina Reis/PMJ)