Rede protetiva reúne mais de 600 pessoas em evento sobre mobilização e combate ao abuso e exploração sexual

Apresentação teatral e palestra reforçaram a importância do tema e a prevenção desse tipo de violência

O Educamais Jacareí recebeu mais de 600 pessoas na manhã desta segunda-feira (13) em um evento especial de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.

A programação que contou com a apresentação do espetáculo teatral de bonecos ‘Pipo e Fifi’, da Cia Truks e a palestra ‘Sexualidade na Infância e Adolescência’, ministrada pela psicóloga Yara Sayão foi uma realização da Rede Protetiva da Infância e Adolescência de Jacareí.

Estiveram presentes no evento o vice-prefeito Edgar Sasaki, a secretária de Assistência Social Patrícia Juliani, o secretário de Esportes e Recreação Marcelo Fortes, a secretária de Saúde Rosana Gravena e a secretária de Educação, Maria Tereza Ferreira Cyrino, além de representantes da sociedade civil, do poder judiciário, autoridades do município e profissionais das áreas da saúde, assistência social, educação e esportes.

Os secretários acreditam que o trabalho integrado para que esse tipo e violência seja combatido é um grande avanço. “Construímos um olhar atento e dedicado na articulação da Rede Protetiva. Queremos uma Jacareí protegida e amparada e, vamos continuar trabalhando efetivamente na atuação das frentes na prevenção da violência sexual contra crianças e adolescentes”, argumentaram.

A promotora de Justiça de Jacareí, Renata Lucia Mota Lima de Oliveira Rivitti, ressaltou o trabalho diferenciado do município no combate a esse tipo de violência. “A Rede Protetiva está exercendo o que está no Art. 227 da Constituição Federal, assegurando à criança e o adolescente a proteção de qualquer tipo de violência”, afirmou.

A rede tem como objetivo auxiliar a vítima de violência sexual no município, visando um atendimento especializado e integrado. A articulação é formada por cidadãos, Conselho Tutelar, Delegacia de Polícia e Defesa da Mulher, Secretaria de Saúde, Secretaria de Assistência Social, Secretaria de Educação, Diretoria de Ensino da Região de Jacareí, Promotoria de Justiça da Infância e Juventude e Secretaria de Esportes.

Denúncia

Caso uma pessoa tenha suspeita de violência sexual contra criança e adolescente, a denúncia pode ser feita no Conselho Tutelar (Rua Armando Salles de Oliveira, 55 ou pelo telefone 3954-9920), Guarda Municipal (disque 153), Delegacia de Polícia de Defesa da Mulher (Rua Job Aires Dias, 201 ou pelo telefone 3951-5614), Diretos Humanos (disque 100) e programa Família Segura (Av. Major Acácio Ferreira, nº432, ou pelo telefone 3954-2710).