Projeto de prevenção da violência doméstica recebe o “Selo de Práticas Inovadoras 2019”, no I Encontro em Defesa da Saúde da Mulher

O I Encontro em Defesa da Saúde da Mulher, realizado nesta sexta-feira (7), no EducaMais Jacareí, foi marcado por um momento importante para o município. O PVDESF (Projeto de Violência Doméstica e Estratégia de Saúde da Família) recebeu o Prêmio “Selo FBSP de Práticas Inovadoras 2019: enfrentamento à violência contra meninas e mulheres”. Este projeto é objeto de convênio entre o Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP) e algumas cidades do Estado, entre elas, Jacareí.

O ofício que informa o município sobre o recebimento desta honraria, assinado pelo procurador-geral de Justiça do Estado de São Paulo, Gianpaolo Poggio Smanio, foi entregue às mãos do prefeito Izaias Santana pelas promotoras de Justiça Renata Rivitti e Fabíola Sucasas, durante o Encontro.

O Selo é uma correalização do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e do Instituto Avon, com apoio do Consulado do Canadá, na categoria de práticas oriundas de agentes do sistema de justiça criminal (Poder Judiciário, Ministérios Públicos e Defensorias Públicas), em articulação com órgãos da segurança pública ou outros órgãos do poder público municipal ou estadual e/ou sociedade civil.

A premiação materializa a importância do PVDESF no enfrentamento da violência doméstica contra a mulher, reconhece a política pública instalada em Jacareí, além de selar a grandiosidade e o sucesso da parceria estabelecida entre o Ministério Público de São Paulo e o município (por meio do importante trabalho de diversas Secretarias, como Saúde, Assistência Social e Segurança). “Desta forma, foi encaminhada uma cópia do certificado de premiação como símbolo e reconhecimento de todo o trabalho realizado”, assina o procurador.

Encontro – A Secretaria de Saúde sediou nesta sexta-feira (7) o I Encontro em Defesa da Saúde da Mulher, no EducaMais Jacareí. O evento é fruto de um termo de cooperação firmado entre Ministério Público, com o propósito de fortalecer os profissionais da Rede Protetiva do município, frente às ações de enfrentamento à violência doméstica.

A programação começou com a apresentação teatral do “Jornal da Saúde”, formado por funcionários da UMSF Cidade Salvador. Na sequência houve uma reflexão do Ministério Público de São Paulo sobre o PVDESF no Estado. O prefeito agradeceu o envolvimento, o comprometimento e a dedicação das equipes de trabalho.

Com relação à premiação (Selo), Izaias disse que reafirma esta política. “Temos muito orgulho de ter contribuído de alguma forma e ter um programa desta magnitude, com a participação do corpo técnico de Saúde e a Instituição Pública”. Destacou ainda que “esta semente não morrerá e continuará dando muitos frutos”.

O Encontro teve, também, uma discussão do Plan International sobre “Casamento Infantil” e “Lei Maria da Penha”. Contou com uma apresentação da peça teatral “Romeu e Julieta”, da UMSF Bandeira Branca e a UMSF Igarapés apresentou o vídeo “Você que pensa que pode”.

Representantes do Ministério Público de São Paulo trouxeram o debate com o tema “Violência doméstica e os impactos para as crianças e adolescentes”. Depois a UMSF do Parque Imperial apresentou a peça teatral “A culpa”, e o SEBRAE de São Paulo ministrou uma breve palestra sobre “Empreendedorismo como instrumento da interrupção da violência doméstica”, apresentando como case principal o Projeto 1.000 Mulheres. Por fim, teve uma fala sobre a Rede Protetiva de Jacareí, a apresentação da Carta de Intenções e o encerramento.

De acordo com a diretora de Atenção Básica, Marilis Cury, o I Encontro em Defesa da Saúde da Mulher veio com o intuito de fortalecer e capacitar todos os profissionais da Rede Protetiva, inseridos nas políticas que estão diretamente ligadas às ações de prevenção e enfrentamento à violência doméstica, juntamente com a sociedade civil. “Esse trabalho tem sido muito significativo para o município, porque a desigualdade entre homens e mulheres está na nossa construção como sociedade e gera adoecimento”, destacou.

Estiveram presentes no evento mais de 450 pessoas, entre os funcionários dos serviços e das secretarias da Prefeitura, representantes de ONG’s e das universidades da cidade, além de autoridades do legislativo.