1. Jacareí disputa de 13 a 24 de novembro os 82º Jogos Abertos do Interior, em São Carlos. Nesta segunda-feira (12), parte da delegação de 94 atletas e mais 15 dirigentes seguem para a cidade sede da competição.

Este ano, Jacareí disputa os Jogos Abertos nas modalidades de capoeira masculina, natação e atletismo ACD masculino e feminino, futebol de salão masculino sub-20, handebol feminino e masculino, badminton masculino e feminino e tênis de mesa.

O secretário de Esportes e Recreação, Marcelo Fortes ressalta a importância da cidade voltar a participar da competição. “É muito gratificante ver novamente Jacareí disputando os Jogos Abertos do Interior, uma vez que o município declinou da participação de 2016 e por isso foi impedida de participar em 2017”.

Superação – Uma das promessas de medalha é Rafaela Aparecida Correa, 29 anos, que estreou no Jogos Regionais e conquistou 03 ouros no atletismo adaptado. Agora ela se prepara para disputar pela primeira vez os Jogos Abertos do Interior. “Estou muito feliz, creio que vai ser uma experiência incrível”, diz a atleta, que fará a prova dos 100 metros.

Para melhorar o desempenho, Rafaela também faz musculação, além dos treinos, duas vezes por semana, na pista do Espaço do Jardim Liberdade, sob a coordenação da professora da Secretaria de Esportes e Recreação, Lia Borrego.

Superação para Rafaela não se limita à pista de atletismo. Ao nascer apresentou deficiência visual total. Aos 3 anos passou por uma cirurgia e conseguiu obter 40% da visão, mas seus pais foram informados de que não haveria mais possibilidades de aumentar essa porcentagem. Entretanto a limitação não impediu Rafaela de frequentar a escola, concluir o ensino médio e ajudar a mãe “na roça” (como ela mesmo diz), no pequeno sítio, na área rural de Jacareí, onde vive com a família.

Mas foi no início do ano, que um contato nas redes sociais despertou o interesse de Rafaela pelo atletismo. “Por acaso achei minha ex-professora de Educação Física no facebook. Fazia 14 anos que a gente não se falava. Foi então que ela me disse que estava trabalhando com o atletismo adaptado e me convidou para treinar”, relata a atleta.

A professora, a qual Rafaela se refere, é a coordenadora da equipe e professora Lia Borrego.

(Rosana Antunes/PMJ – Foto: Alex Brito/PMJ)