A Secretaria Municipal de Educação, como parte do projeto “Nos Caminhos da Cultura”, levará 46 professores da rede municipal para a 33ª Bienal de Arte de São Paulo, no Pavilhão da Bienal, Parque do Ibirapuera/SP, no próximo sábado (15).

A visita, como experiência artística e estética com a Arte Contemporânea, sairá de Jacareí às 8h com retorno previsto para às 18h. Os professores são de diferentes segmentos da Educação (Educação Infantil, Ensino Fundamental, Arte, Creche) que realizaram inscrição antecipada na semana passada, via link e preenchimento de formulário.

A entrada é gratuita e com esta atividade os professores poderão ampliar seus olhares e o repertório de visualidades, de arte e cultura, uma vez que esta edição traz à tona as afetividades, a necessidade de atenção, o olhar para o entorno, a diversidade, entre outros, e suas relações com a arte.

A 33ª Bienal “Afinidades Afetivas” que começou no último dia 7 vai até 9 de dezembro, privilegia questões sobre a atenção, a experiência do público e dos artistas. O título escolhido pelo curador-geral Gabriel Pérez-Barreiro – apontado pela Fundação Bienal de São Paulo para conceber a mostra – remete ao romance de Johann Wolfgang von Goethe Afinidades eletivas (1809) e à tese “Da natureza afetiva da forma na obra de arte” (1949), de Mário Pedrosa.

O título não pretende direcionar a exposição tematicamente, mas caracteriza sua organização a partir de afinidades artísticas e culturais entre os envolvidos. Presença e atenção são as premissas dessa edição, numa reação a um mundo de verdades prontas, no qual a fragmentação da informação e a dificuldade de concentração levam à alienação e à passividade.

Para esta edição, ao lado dos doze projetos individuais eleitos por Pérez-Barreiro, o curador-geral convidou sete artistas-curadores para conceber mostras coletivas, com total liberdade na escolha dos artistas e seleção das obras. A única estipulação foi que incluíssem trabalhos de sua própria autoria.

(Marta Fernandes/PMJ)