Desenvolvimento reúne mais de 100 mulheres no ‘1º Fórum de Empreendedorismo Feminino’

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com o SEJA (Somos Empreendedoras de Jacareí) e apoio do SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) realizou o ‘1º Fórum de Empreendedorismo Feminino de Jacareí’. O evento ocorreu na noite desta terça-feira (12), no auditório da Secretaria de Educação, reunindo mais de 100 empreendedoras, empresárias, estudantes, entre outras interessadas em buscar informações e tirar dúvidas para alavancar seus negócios.

Na abertura do fórum o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Amagai, afirmou que “o número de mulheres empreendedoras tem crescido exponencialmente no Brasil, o que movimenta a economia e gera empregos”. Além disso, convidou as participantes a integrarem outros programas da pasta que estão disponíveis para auxiliar as interessadas em desenvolver negócios na cidade.

A representante do SEJA, Patrícia Silva, disse estar muito feliz com a realização do fórum e salientou que são iniciativas como essa que auxiliam as empreendedoras de Jacareí a crescerem e explorarem o todo seu potencial.

O vice-prefeito, Edgard Sasaki, também esteve presente no fórum. Ele agradeceu a presença das participantes no evento e desejou sucesso a todas em seus empreendimentos.

Durante o fórum foram realizadas as seguintes palestras:

  • “Programas de Empreendedorismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico”, ministrada pela Diretora de Turismo, Daniela Cambuzano.
  • “Empreendedorismo Feminino – Características e Estatísticas das Empreendedoras do Brasil”, ministrada pela Analista de Negócios do SEBRAE, Fabiana Supino.
  • “Cooperativismo”, ministrada pela advogada no Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (SESCOOP), Esther Bastos de Azevedo.

Também ocorreu um painel com as mulheres do ‘Somos Empreendedoras de Jacareí (SEJA)’, Maryangela Geimba Lima, Pró-Reitora do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) e Luiza Costa, fundadora da rede de franquias ‘Sóbrancelhas’.

Empreendedorismo Feminino – As mulheres têm aumentado sua representatividade no mercado e inovado nas formas de trabalho. O ‘Empreendedorismo Feminino’ tem crescido em todo o país e uma de suas características é ser um instrumento de transformação social. Através dele, muitas mulheres encontram uma forma de se sustentar, investir na sua família, além de fazer a diferença e transformar a comunidade em que está inserida.