A medida que cresce a expectativa também aumenta a intensidade de treinos dos atletas que vão representar Jacareí nos 62º Jogos Regionais, de 18 a 28 de julho. Este ano o evento terá como sedes Ilhabela e São Sebastião, no Litoral Norte.

O judoca Raniere Mateus Aparecido Murça, 19 anos, iniciou na modalidade há menos de três anos e vai disputar pela primeira vez os Jogos Regionais. “É uma grande responsabilidade representar a cidade. Por isso estou treinando para fazer o melhor na competição”, comenta.

Os treinos são realizados todos os dias e para melhorar o desempenho, o atleta salienta que é preciso tomar outros cuidados. “Alimentação saudável é muito importante para manter o peso e não precisar emagrecer na última hora. E claro, uma boa noite de sono é indispensável para evitar o desgaste físico e mental”, diz.

Integrante da equipe de badminton, Luis Felipe Moreira Oliveira, 18 anos, também está atento aos treinos para garantir um bom desempenho nos Jogos Regionais. Para o atleta, é preciso ter atenção com o condicionamento. “O mais difícil é aguentar o jogo inteiro, e se há empate e a partida segue para o 3º set, causa muita exaustão. Por isso é preciso cuidar do condicionamento”, avalia Oliveira que pratica badminton desde os 11 anos.

Além do judô e badminton, Jacareí vai disputar as seguintes modalidades: atletismo, capoeira, ciclismo, futsal, handebol, natação, tênis de mesa e xadrez.

Superação – Na modalidade para ACD (Atletas com Deficiência), Jacareí vai disputar o atletismo e a natação. Atleta da natação adaptada, Fernanda Alves, vai competir pela primeira vez nos Jogos Regionais. Ela disputa os 50 e 100 metros livres e 100m costas. “Estou muito ansiosa”, revela. Vítima de trombose há 15 anos, Fernanda se viu diante de um drama, a ter uma das pernas amputadas. Mas, há um ano, um encontro casual com uma amiga de infância abriu uma nova possibilidade na vida de Fernanda. A amiga a convidou para fazer parte da equipe de atletas da natação adaptada. “Para mim foi uma surpresa porque nunca passou pela minha cabeça nadar, nem quando eu tinha duas pernas, imagine com uma. Mas aceitei o desafio e em um ano já fui para três competições e em todas fiz pódio”, relata.

A amiga, a quem Fernanda se refere, é a campeã de natação adaptada, Miriam Amaro de Oliveira Bittencourt, 51 anos, que coleciona 85 medalhas e fez o melhor tempo no torneiro nacional Loterias da Caixa nos 400 metros. Ela integra a equipe há 7 anos, após sofrer um AVC. Apesar da experiência, a atleta não esconde a expectativa em garantir um bom desempenho nos Jogos Regionais. “Estou torcendo para fazer um ótimo tempo e garantir a vaga para os Jogos Abertos”, diz.

A equipe de atletas adaptados de Jacareí é composta por 10 atletas e natação e mais 12 de atletismo.

Delegação – A delegação de Jacareí é formada por 190 pessoas (entre atletas, comissão técnica e equipes de trabalho) e embarca no próximo dia 17 para o Litoral Norte. O primeiro desafio da cidade na competição é dia 18, com as equipes de handebol e badminton. Às 10h, no C.A.E Pontal da Cruz, em São Sebastião, o handebol enfrenta Francisco Morato. No mesmo horário, no Ginásio ETEC/FATEC, tem Jacareí X Paraibuna, e às 14h, na disputa de duplas, Jacareí X São José dos Campos.

(Rosana Antunes/PMJ – Foto: Cristina Reis/PMJ)