Nesta semana, começou a Campanha Nacional de Multivacinação para estimular a atualização das carteirinhas de vacina de crianças e adolescentes até 15 anos de idade. Ao todo, são 14 vacinas disponibilizadas. A campanha tem o objetivo de alcançar a população não vacinada ou com a carteirinha incompleta.

Para se imunizar, basta comparecer a uma Unidade Municipal de Saúde da Família (UMSF) ou Unidade Básica de Saúde (UBS), de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, acompanhado dos pais ou responsáveis, e munidos com a carteirinha de vacinação e o cartão do SUS.

“Atualizando as imunizações ainda em falta, garantimos coberturas vacinais elevadas, o que proporciona qualidade de vida e minimiza agravos na saúde de toda a população. Isso se traduz naquilo que chamamos de Imunidade de Rebanho, ou seja, quanto mais indivíduos vacinados, menos circulação de vírus e bactérias teremos”, afirma a enfermeira e gerente de Atenção Básica, Luciana de Almeida.

Vacinas – Para as crianças de até sete anos, estão disponíveis as vacinas BCG, Hepatite B, VIP, VOPb, rotavírus humano, pneumocócica 10 valente, Meningocócica C conjugada, febre amarela, tríplice viral, tetra viral ou tríplice viral + varicela (atenuada), DTP, Hepatite A, e varicela. Para crianças e adolescentes entre 7 e 15 anos, estão disponíveis de Hepatite B, febre amarela, tríplice viral, dT, dTpa, Meningocócica C conjugada, HPV e varicela.

Contexto – As ações de vacinação, historicamente, surgiram como a maneira mais eficaz para prevenir e combater doenças imunopreveníveis que atingiam a massa e poderiam levar à morte eu deixar graves sequelas em quem as contraia. A ciência evoluiu e ela continua como a grande arma preventiva contra doenças como a varíola (erradicada), poliomielite (paralisia infantil), sarampo, tuberculose, rubéola, gripe, hepatite B e febre amarela, entre outras. No Brasil, as estratégias de imunização são conduzidas pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), que é referência internacional na área.

Capacitação – No último mês, imunização foi tema de capacitação para servidores dos postos de saúde de Jacareí. O objetivo do encontro foi dar o apoio necessário às equipes de imunização para que estejam informadas quanto às indicações, contraindicações, registros de informações no sistema, para fins estatísticos, como demais ações de aprimoramento e trocas de experiências que fortaleçam o atendimento e melhore os resultados de cobertura vacinal na cidade. Participaram enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, recém-admitidos como também com mais tempo de carreira.

(Guilherme Mendicelli/PMJ – Fotos: Alex Brito/PMJ)