Ação de abordagem leva informação sobre a Rede Protetiva na região central de Jacareí

No último sábado (24), uma equipe da Secretaria de Assistência Social esteve na região central da cidade realizando uma abordagem direta com os munícipes sobre a Rede Protetiva de Jacareí. A ação que aconteceu das 9h às 12h, ficou concentrada no entorno da Praça Raul Chaves e nas redondezas do Mercadão Municipal.

Além de materiais informativos sobre a Rede Protetiva, foram entregues aproximadamente dois mil panfletos dos serviços oferecidos pelos equipamentos de assistência social do município, como o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), Centro Pop (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua), entre outros.

Patrícia Juliani, secretária de Assistência Social, ressalta a importância desse trabalho integrado na cidade.  “A Rede Protetiva está realizando um excelente trabalho em Jacareí, atuando em estreita parceria e trazendo maior agilidade e proteção para as crianças e adolescentes vítimas de violência sexual. Estar em contato com os munícipes é fundamental para um olhar mais atento e sensível, com o objetivo principal de conscientizar a população sobre os órgãos de proteção que estão disponíveis no município”, conclui.

A autônoma Dauany Carolini foi abordada na ação e disse que, o acesso a informações como essas, são importantes na prevenção da violência em casos que é realizada a denúncia por medo ou qualquer outro motivo. “A cada dia vemos casos absurdos de violência, que na maioria das vezes, ninguém faz nada. Dessa forma, acredito que informar a população sobre redes de proteção é um incentivo, onde as pessoas poderão estar tirando suas dúvidas, tomar iniciativas e se alertarem sobre o que é a violência sexual”, compartilha.

Embora a Rede Protetiva tenha um atendimento especializado no combate à violência sexual na infância e adolescência, a abordagem com os munícipes também teve a missão de reforçar a proteção para qualquer tipo de violência e faixa etária.

Caso uma pessoa tenha suspeita de violência, a denúncia pode ser feita para o Conselho Tutelar (Rua Armando Salles de Oliveira, 55 ou pelo telefone 3954-9920), Guarda Municipal (disque 153), Delegacia de Polícia de Defesa da Mulher (Rua Job Aires Dias, 201 ou pelo telefone 3951-5614) e Diretos Humanos (disque 100).

Rede Protetiva

A Rede Protetiva da Infância e Adolescência de Jacareí visa auxiliar a vítima de violência sexual no município, visando um atendimento especializado e integrado. A articulação é formada por cidadãos, Conselho Tutelar, Delegacia de Polícia e Defesa da Mulher, Secretaria de Saúde, Secretaria de Assistência Social, Secretaria de Educação, Diretoria de Ensino da Região de Jacareí, Promotoria de Justiça da Infância e Juventude e Secretaria de Esportes.